Esporte Radical

O esporte é outro, mas as imagens são lindas.

Publicado em Automobilismo | Deixar um comentário

Le Mans 24hs

E voltamos com um dos melhores videos já vistos.

Eu me emocionei, mostra que na verdade “carreras son carreras”, como dizia Fangio.

E que todos sofrem com esses momentos.

R.I.P Simonsen and Aston Martin.

Publicado em Automobilismo | Deixar um comentário

Tal Pai Tal Filho.

Podemos dizer que a F1 é um mundo fechado, já vimos que filho de peixe, peixinho é.

Familias como Villeneuve, Hill, Piquet, Senna, Fittipaldi, Rosberg.

Todos esses tiveram filhos correndo e me desculpe se teve alguma outra familia que não coloquei na lista, mas este final de semana mostrou claramente que isso ajuda muito no meio dos automoveis.

Na verdade não foi nada diferente do esperado, as Mercedes dominaram a classificação, e na corrdia como existe uma enorme dificuldade de ultrapassagens foiuma corrida agitada com algumas batidas já esperadas em circuito de rua. nem nisso os envolvidos foram diferentes, diga Maldonado, que na minha opinião não foi culpa dele.

Achei essa foto do final de semana de Monâco de alguns anos atrás.

Publicado em Automobilismo | Deixar um comentário

TK 11

Só algumas imagens do final de semana do Tony na Indy 500

na linha de chegada

Leite da Vitória

Publicado em Automobilismo | Deixar um comentário

F-1 Tyres

Até onde a propaganda é boa.

A pirelli entra na F-1 pra fazer um pneu que se gasta rápido, será que isso faz bem pra marca da empresa?

Tudo depende como é usada a propaganda, se a pirelli reverter a propagandas direcionadas e comentnado sobre o assunto acho que ainda pode ser positivo, tipo agente sabe o que faz e a F-1 pediu esse produto

Mas para quem é do meio automobilistico, só ficou uma tremenda palhaçada, e seria maior mudar os compostos no meio da temporada.

Que cá entre nós é o que as grandes equipes estão pedindo, e a Lotus Renault que mostra que cada vez que tem uma pista que acaba com os pneus ela desenvolve melhor as quantidades de voltas com o proprio pneu, tudo isso se deve ao grip necessário encima do pneu para o carro andar bem, ou seja o carro da Lotus Renault usa mais o carro do que os pneus.

E não tem como não se lembrar da nossa pista de tarumã que a corridas se definiam nas ultimas voltas, já que tinhamos que guardar o pneu até o fim.

destaque total para a Ferrari que mostrou uma forte candidata ara a temporada, A Lotus Renault foi muito bem com o kimi, e a Redbull, um otimo 4ºlugar com o Vettel que se pensando no campeonato não está nada mal.

Publicado em Automobilismo | Deixar um comentário

WEC – Lider Isolado.

Podium

Bruno Senna conquistou o segundo lugar na prova de Spa-Francochamps, perdeu para a dupla italiana, mas manteve a liderança do campeonato e, agora isolado, sim pelo motivo da equipe Aston Martin trocar ele do carro 97 para o 98 e trocando o trio.

A prova teve uma batida forte de Antonio Pizzonia na Eau Rouge uma curva de alta velocidade, mas o piloto está bem sem nehuma gravidade fisica.

Já a corrida de Bruno teve que contar com uma estratégia agressiva e decidiram de trocar menos pneus nas paradas e ganhar tempo, mas com isso também correram riscos dos pneus não aguentarem, porém deu muito certo.

Já Lucas di Grassi chegou em terceiro na categoria principal com dominio total da audi ele testou um modelo novo que a Audi prepara para as 24 horas de Le Mans.

Fernando Rees terminou em terceiro a prova na sua categoria.

Bruno Senna

Publicado em Automobilismo | Deixar um comentário

DTM – É Brasileira?

Não, não, não, ela continua sendo alemã porém, quem fez a festa no final de semana foi o brasileiro Augusto Farfus, pela equipe BMW.

Parabéns por colocar o Brasil no lugar mais alto e por conquistar essa batalha e liderar o campeonato na frente de tantos pilotos bons e de seus próprios companheiros de equipe.

Para quem não sabe é o campeonato de turismo mais competitivo e com maior tecnologia do mundo.

Comemorando

Publicado em Automobilismo | Deixar um comentário

DTM

Começa neste final de semana o Campeonato Alemão de Turismo, o DTM (Deutsche Tourenwagen Meisterschaft), que apesar do nome, possui algumas etapas em outros países europeus.

Alguns números interessantes. Haverá 3 marcas envolvidas (Audi, BMW e Mercedes-Benz), com 24 pilotos de 10 nacionalidades diferentes, serão 10 etapas, e o campeonato promete ser muito disputado como nos últimos anos.

A equipe da BMW é esta da foto abaixo, e entre seus pilotos está o brasileiro Augusto Farfus, único representante do Brasil na categoria mais importante de turismo do mundo.

Publicado em Automobilismo | Com a tag , , | Deixar um comentário

Super Kart Brasil 11

Neste final de semana, durante a comemoração de 19 anos do Kartódromo Schincariol, na cidade de Itú (SP), será realizado o SKB -11. Em um grande evento comemorativo, o kartódromo passará a se chamar “Brasil Kirin Arena”

Tive diversas oportunidades de correr nessa pista e me lembro, como se fosse hoje, a primeira vez que chegamos àquele kartódromo lindo, impecável, com uma estrutura, na época, sem igual no mundo. Mega instalações, com boxes fechados, paddock, torre de cronometragem, banheiros amplos, restaurante, arquibancada coberta, estacionamento grande, enfim, sempre foi muito bonito e muito bem cuidado. Uma arena que é usada para inúmeros eventos esportivos e culturais.

As corridas do SKB começam as 10 da manhã no sábado e no domingo.

Um campeonato com um formato que mantém a pista cheia. Serão nada menos do que 16 provas por dia.

Como Chegar

Publicado em Automobilismo | Com a tag , , , | Deixar um comentário

Sato

Long Beach

Se passou muito tempo, muito tempo mesmo, desde que o piloto japonês Takuma Sato não vencia uma corrida. O próprio não se lembrava o que era estar no lugar mais alto do podium.

Em 2001 havia vencido o GP de F-3 em Macau, depois disso entrou como grande promessa na F-1, passando alguns anos na categoria, e de lá migrou para a Indy. No último final de semana ele venceu a corrida de Long Beach, da F-Indy. Fiquei pensando como um piloto profissional pode continuar numa carreira internacional sem vencer por tanto tempo. E encontrei uma resposta muito clara, ele leva patrocínios.

Ele é um piloto pagante. Não que seja ruim pois ele levanta patrocínios e os leva para pista. No final das contas ele, como piloto, ele escolhe em carro vai sentar, claro que proporcionalmente ao dinheiro que consegue captar, e também ele escolhe quanto vai ganhar.

Até ai sem novidades. O que vi de diferente nesse caso é como o povo japonês tem paciência com tudo. Imagine só as empresas que o patrocinaram ao longo destes 12 anos aguardando por uma vitória.

Quem me dera o Brasil fosse assim, ético como o Japão.

F-1

Macau 2001

Publicado em Automobilismo | Com a tag , | Deixar um comentário

(Feliz?) Aniversário

Aniversário, de maneira geral, é uma data para se comemorar. O piloto paranaense Jaime Melo Jr completa hoje 33 anos de idade. No caso do aniversariante do dia, não tenho certeza se, devido às circunstâncias, ele está comemorando a data tanto assim.

As circunstâncias às quais me refiro acima, para quem não acompanhou o caso, são as seguintes: Jaime foi preso no último final de semana, na madrugada de sábado para domingo, na cidade de Cascavel (interior do Paraná). Ele estaria dirigindo sob efeito de álcool e tentou fugir da polícia.

Para os que não estão tão familiarizados assim com o nome do piloto, Jaime fez carreira nos Estados Unidos e Europa guiando em categorias de turismo, principalmente de Endurance. Seus maiores triunfos foram as duas vitórias seguidas nas 24 de Le Mans, em 2008 e 2009, pela Ferrari, e um mundial no FIA GT.

Pelo boletim de ocorrência registrado pelos policiais, Jaime não obedeceu a uma ordem deles para parar o Ecosport que estava dirigindo e ainda tentou fugir dos PMs. A polícia havia sido chamada por causa de uma confusão em frente a uma casa noturna na cidade. Pelos relatos divulgados, o piloto dirigiu pela contramão, “furou” vários sinais vermelhos e só foi parar depois de bater em outro carro e no muro de casa.

Levado pelos policiais, Jaime apresentava sinais de embriaguez e (essa é pesada) uso de entorpecentes! Ele ainda estava com a carteira de habilitação suspensa. Além disso, ainda foram encontrados com ele vários medicamentos, que a polícia acredita terem sido contrabandeados do Paraguai… Jaime ainda foi autuado por desobediência, direção perigosa e ameaça aos agentes policiais. Ou seja, pacote completo!

Por conta das infrações cometidas Jaime não tinha direito a fiança, mas acabou sendo liberado logo no domingo após a emissão de um Habeas Corpus. Ainda no domino ele viajou para a Europa.

Dividi a pista com Jaime em alguns campeonatos de Kart em São Paulo e no Sul e ele sempre me pareceu um piloto rápido. Minha impressão se confirmou com as passagens dele pela F-3 até chegar ao Turismo, onde teve mais destaque. Ele disputou diversos campeonatos da American Le Mans Series, onde teve 18 vitórias e vários outros bons resultados na GT2. Aparentemente, no meio se fala que o comportamento dele, dentro e fora da pista, fez a equipe (subsidiária da Ferrari) dispensá-lo em 2011. Em 2012 correu no Mundial de Endurance (WEC) com a equipe francesa Luxury Racing.

Li que agora em fevereiro ele iria fazer um teste na Fórmula Truck, em Interlagos, mas não pode participar porque passou mal. Sei que ele está buscando uma vaga em alguma equipe para voltar ao mundial de Endurance e torço para que consiga. Por experiência própria, não é nada fácil para um piloto ter que parar de correr.

A prisão dele virou notícia não só no Brasil, mas também nos Estados Unidos e na Europa.

Publicado em Automobilismo | Com a tag , , , , | Deixar um comentário

Amadorismo

Fiquei na dúvida se o título deste post deveria ser “Falta de profissionalismo” ao invés de “Amadorismo”, mas…

Raramente falamos sobre futebol no Sport View, mas como somos apaixonados pelo Esporte e todas as questões relacionadas a ele, não havia como fugir deste tópico depois de ler uma reportagem que me chamou muito a atenção hoje.

A reportagem fala sobre o goleiro Júlio César, ex-Internazionale, que atualmente joga no Queens Park Rangers (QPR) da Inglaterra. O goleiro causou um baita mal-estar com o clube ontem. Durante uma festa de aniversário do zagueiro brasileiro David Luiz, que joga no Chelsea, clube rival do QPR, Julio vestiu uma camisa do Chelsea para homenagear o amigo. Até aí mais ou menos tudo bem, OK. Mas Susana Werner, sua esposa, postou em sua conta no Instagram uma foto na qual aparecem Julio, ela e o filho juntos com David Luiz, todos com a camisa do Chelsea.

Logo depois de ter postado, a foto foi retirada da conta da atriz, mas o QPR, time de Júlio César, ficou sabendo da foto e divulgou que irá “averiguar” o ocorrido. O diretor de comunicação do clube inglês, Ian Taylor, disse no Twitter: “O clube tomou conhecimento de que uma imagem de Júlio César circulou em uma rede social hoje (23 de abril, terça-feira). A imagem, que apareceu em uma conta no Instagram, foi deletada. O clube está lidando com este caso internamente”

Esta ainda é a primeira temporada de Júlio César no clube de Londres, ou seja, ele acabou de chegar! Sem dúvida nenhuma, caberia ao goleiro um pouquinho mais de profissionalismo e noção das coisas. Um funcionário não pode vestir a camisa de outra empresa. Exagerando, é como se o Mark Webber postasse uma foto vestindo a camisa da McLaren junto com o Button. Isto mostra o nível de despreparo de alguns atletas profissionais, sobretudo brasileiros.

O goleiro Júlio César vestindo a camisa do Chelsea juntamente com sua família durante a festa de aniversário do zagueiro David Luiz (Chelsea)

Publicado em Automobilismo | Com a tag , , | Deixar um comentário

Alex Barros

Não poderíamos deixar passar em branco a vitória de Alexandre Barros no Campeonato Brasileiro de Motovelocidade neste domingo em Interlagos. Ex-piloto da MotoGP, Alexandre que tem 42 anos e é hoje dono de equipe e um dos organizadores do campeonato nacional, pilotou ontem no lugar de seu filho Lucas.

Lucas sofreu uma queda na etapa de abertura do campeonato em Interlagos e está se recuperando. Seu pai, ao velho estilo da MotoGP, largou na pole e venceu de ponta a ponta na categoria principal, a GP 1000, com direito a recorde do circuito, com 1min38s569!

Barros comemora a vitória com os pilotos Luciano Ribodino e Diego Faustino, 2º e 3º lugares respectivamente

Mas para infelicidade dos fãs, Alexandre Barros disse que correu apenas nesta etapa para cumprir compromissos perante os patrocinadores do filho.

A 2ª etapa do campeonato acontece no dia 26 de maio em Curitiba.

Publicado em Automobilismo | Com a tag , , | Deixar um comentário

GP do Bahrein

Antes da prova ao ver o Rubens Barrichello caminhando pelo grid de largada deu para ver que a arquibancada da reta principal, uma das duas que há no suntuoso circuito, estava com menos da metade de sua capacidade. Tudo muito bonito, Paddock luxuoso, avião da Gulf Air sobrevoando o circuito, entre outras maquiagens. Isto prova que o GP do Bahrein realmente é um evento para poucos. Com “poucos” quero dizer a turma do rei e convidados de patrocinadores, e só. Também no grid de largada, quando Barrichello conversou com Sergio Perez, ficou claro que o mexicano, piloto da McLaren com a pior performance em começo de temporada desde Michael Andretti, estava muito apreensivo. Era apenas um sinal de algo iria ser protagonizado por ele… O que realmente aconteceu.

Mas vamos à corrida. Antes da largada a Globo (leia-se Galvão Bueno) frisou, duas ou três vezes, que a corrida estava na mão da Ferrari. Pra falar a verdade, minha expectativa era de que Alonso andasse bem, mas não o suficiente para bater a Red Bull de Vettel. Foi a impressão que tive pela classificação do sábado. Logo na largada deu para ver o ímpeto do espanhol, passando Vettel na primeira curva e dando sinais que iria lutar do começo ao fim. A alegria durou pouco, com Vettel devolvendo a ultrapassagem logo na terceira curva e indo para cima de Rosberg que, desde a largada, já dava sinais que não iria muito longe.

Massa mais uma vez largou mal, perdendo posições ainda na primeira volta. Lá na frente, Di Resta seguia bravamente na quarta posição, confirmando a ótima performance mostrada nos treinos. E a turma do meio pra trás seguia na “porradaria” (no bom sentido), lutando por posições, e com os novatos aprontando.

Depois de passar Alonso e Rosberg, Vettel começou a desaparecer. Alonso tentava vir na balada do alemão, até que na sexta volta a bendita asa traseira deu problema. O Galvão só foi perceber no final da sétima volta, quando o espanhol entrou nos boxes para que os italianos dessem uns tapas para fazer asa fechar de novo. Não adiantou nada. A corrida do espanhol, que já tinha ido pro saco, ficou pior ainda quando ele teve que voltar aos boxes para fechar a asa. Ou seja, com a péssima largada de Massa e o problema da asa móvel de Alonso, a corrida que “estava nas maõs da Ferrari” foi pro beleléu.

Algumas observações que anotei com o passar da corrida:
- O coitado do Rosberg se arrastava com uma Mercedes muitíssimo abaixo da performance esperada. Ele tentava fechar a porta para impossível segurar a turma que vinha babando pra cima dele.
- Esteban Gutierrez, que já tinha feito cáca nas últimas duas corridas, aprontou mais uma vez. Ontem foi com as Caterhams. Logo no comecinho, o novato mexicano colocou o carro onde não dava e, numa cena típica de acidente de trânsito, lá se foi o bico da Sauber.
- O compatriota dele, Sergio Perez, demonstrando toda a pressão sentida na McLaren, vinha guiando com uma agressividade absurda. Alguns colunistas disseram que Perez guiou muito ontem, lutando por posições e resistindo bravamente às ultrapassagens. Para mim, ele foi passou do limite com Button, tocando o carro do companheiro de equipe algumas vezes. Perez poderia ter jogado a corrida dos dois fora. A cara de Martin Whitmarsh vendo a disputa de dois pilotos era impagável. Mais no final da corrida, Perez ainda forçou Alonso para fora da pista. Só para constar, o bilionário Carlos Slim, que bancou Perez e Gutierrez até a F-1 estava no circuito, o que serve para explicar o comportamento do mexicano.

Acima, Perez e Button no começo do ano durante a apresentação do carro da McLaren. Acho que depois do Bahrein a relação dos dois não é mais só sorrisos.

- Massa tentava se recuperar das posições perdidas na largada mas um pneu furado também acabou com a corrida dele. As coisas para a Ferrari não foram fáceis no final de semana. Felipe não guiou mal, mas simplesmente não se adapta aos pneus.

- Depois de três paradas logo no começo da corrida Alonso vinha se recuperando, ganhando muitas posições. Isto pode parecer normal, uma vez que a Ferrari demonstrou ser rápida. Mas lembre-se de que o espanhol não podia contar a asa móvel, o que dificultou bastante sua vida, sobretudo no final com Perez.

Raikkonen chegou num excelente 2º lugar após estar em 9º durante a corrida.

Lá na frente Vettel sumiu. O único que fazia tempos de volta parecidos com os do Alemão era Alonso. O que me leva a pensar que ele poderia ter beliscado um segundo lugar. Acho que teria sido difícil a vitória. Vettel guiou de forma soberba. Soube aproveitar o excelente acerto do carro e simplesmente não cometeu erros. A vitória foi preciosíssima para o campeonato.

No mais, a corrida realmente teve muitas ultrapassagens. Mas isto tudo graças ao sistema DRS, que é uma covardia, diga-se de passagem. Era só o cara entrar na reta próximo do carro da frente e apertar um botão para o carro voar. Dava até dó que quem tentava se defender. Acho estas coisas muito artificiais.

Vettel levou mais uma, seguido de Raikkonen e Grosjean. Mérito para os pilotos da Lotus que guiaram muito bem, e para a equipe que fez um carro muito equilibrado e que gasta muito menos pneus do que a concorrência. Uma curiosidade: o GP do Bahrein repetiu o pódium do ano passado. Não lembro a última vez que isso aconteceu na F-1. Alguém aí se lembra?

Coincidência: o pódium deste ano foi exatamente igual ao do GP do Bahrein de 2012.

Publicado em Automobilismo | Com a tag , , | Deixar um comentário

Grid F-1

Com esse grid a corrida promete!

Reparem que na F-1 o que manda é o carro. Há pouquíssima diferença entre os pilotos. Pelo grid de largada podemos ver bem isso.

Publicado em Automobilismo | Com a tag | Deixar um comentário

F-1 – Pronto Falei…

Quem manda aqui?

O ano está começando, porém acredito que no ano que vem teremos mudanças de cadeiras significativas.

As equipes quea credito estarem com os acentos em aberto são, Redbull, Toro Rosso, Force India, Willians, Lotus, Sauber, e como sempre os lugares já iniciaram a ser trabalhados.

Acredito que Ferrari, Mercedes e Mclaren continuem com os mesmos pilotos por mais um ano.

Pra variar a Globo sempre querendo fazer do Felipe o melhor piloto do mundo e, com a infelicidade de um repórter brasileiro perguntando se Alonso estava preocupado com a atuação do Felipe, que até o momento era mais rápido do que ele, levou uma ótima resposta do espanhol, que disse que não dormia desde a primeira corrida e que seu cabelo estava caindo.

Me pergunto como pode um repórter, da Globo diga-se de passaem, fazer uma pergunta tão despreparada a um atleta do nível de Alonso. O que podemos esperar da nossa televisão para a cobertura dos grandes eventos que estão por chegar ao Brasil?

Deixem os pilotos falarem! Ainda bem que o Rubinho, agora ao lado de Burti, agregará muita qualidade às transmissões de GP da Globo.

Na F-1, a emissora que detém os direitos do GP do Brasil, já acertou com Bernie Ecclestone e com a Prefeirtura de São Paulo. Ernie, como bom “player” que é, já abriu o bico para “detonar” São Paulo, e as coisas começaram se resolver.

Publicado em Automobilismo | Com a tag , , | Deixar um comentário

Bahrein – 2º Treino Livre

Na segunda sessão de treinos livres para o GP do Bahrein, em Sakhir, Raikkonen desbancou as duas Red Bulls, deixando Webber em segundo e Vettel em terceiro lugares. Como era as quatro da manhã, não consegui acompanhar a primeira sessão, mas vi que Massa ficou em primeiro, com Alonso em segundo a apenas 0,077s.

No segundo treino, Raikkonen baixou o tempo de Massa em praticamente três décimos. E dava para ter até baixado mais considerando um erro cometido por ele na última curva de última volta rápida no treino. De maneira geral, a maioria conseguiu virar mais rápido. Com a temperatura da pista mais alta na segunda sessão, acho que ela serve para nos dizer algumas coisas sobre a corrida:.

  • A Ferrari, que liderou a primeira sessão, ficou um pouquinho para trás na segunda, mas nada exagerado. Não dá para dizer que eles não estão rápidos (Alonso foi quarto e Massa sexto);
  • A Lotus vai novamente andar na frente com Raikkonen. Parece ser um carro que gasta bem menos pneu que Ferrari e Red Bull, e o finlandês, como sempre, está guiando muito;
  • As Red Bull também irão andar na frente, mas me parece que as voltas rápidas de Vettel e Webber duram pouco e depois de cinco ou seis voltas o carro detona os pneus;
  • De novo a Force India mostra ter um carro decente, tendo ficado no meio das Ferraris com Paul di Resta;
  • As Mercedes tiveram uma performance não muito animadora, com Rosberg em oitavo e Hamilton em décimo. Na china a equipe de Ross Brawn já teve problemas com o consumo excessivo de borracha. No Bahrein, onde o calor é muito maior, não sei não…
  • Romain Grosejan, para variar, levou um baile do companheiro. Ficou em sétimo e tomou quase meio segundo de Raikkonen;
  • As McLaren não andaram entre os dez primeiros, o que não é nenhum espanto dado que trata-se de um treino livre e a equipe constantemente utiliza estas sessões para entender e acertar os carros. Mas… O desempenho abaixo da média, na minha opinião, é um indicativo de que a turma de Woking realmente tem um abacaxi na mão. E Perez de novo ficou atrás de Button;
  • Ontem, o mexicano da Sauber Esteban Gutierrez disse que aprendeu uma lição após ter enchido o carro de Sutil no GP da China. Mas hoje já estava de novo batendo roda com Charles Pic. O que comprova minha tese de que os pilotos fabricados por Carlos Slim guiam muito menos do que todo mundo fala ou imagina, e que os novatos que chegam a F-1 precisavam de muitas horas de vôo.

Do resto do pelotão acho que não há muito a relatar. As equipes menores tiveram o desempenho que se espera delas.

Os tempos ficaram assim:

Amanhã na classificação acho que dá Red Bull e Ferrari nas primeiras posições, com Raikkonen enfiado entre elas. Mais tarde volto com mais notícias do Bahrein.

Publicado em Automobilismo | Com a tag , | Deixar um comentário

Mundo cão

O mundo está realmente perdido. Já tinha falado disso aqui no ano passado. Como nesta semana um dos tópicos de automobilismo que mais repercutiram foi a questão da continuidade de Interlagos na F-1 devido a exigências de reformas dos boxes, paddock e o caramba a quatro, lembrei do Bahrein. É lá que no próximo final de semana ocorre a 4a etapa do mundial da F-1. No ano passado o circo quase não aterrizou lá por conta de protestos da população, e em 2013 as cenas voltam a se repetir.

Quer dizer, Ecclestone vomita um monte de besteira, dizendo que Interlagos precisa melhorar nisso e naquilo, e tudo OK com o Bahrein né? O autódromo brasileiro, um dos templos do automobilismo mundial, fica lotado no final de semana do Grande Prêmio, e olha que os ingressos não tem preços “populares”. No Bahrein, que tem um circuito “artificial” e chato pra caramba, e a corrida é feita para uma minoria que está no poder está tudo bem. Isso pra dizer só o básico.

E quando digo que F-1 é só negócios meus amigos puristas reclamam…

Publicado em Automobilismo | Com a tag | Deixar um comentário

Nenhum absurdo

Depois de ler em alguns veículos e escutar algumas pessoas dizendo que ligar o nome de Kimi Raikkonen à Red Bull para 2014 era uma coisa absurda, resolvi escrever este pequeno post. E ele será pequeno mesmo. Para isto, quero apenas que vejam a foto abaixo e lembrem-se de duas coisas. A primeira é quem foi o patrocinador de Kimi durante suas aventuras no mundial de Rally em 2010 e 2011. A segunda é que o finlandês ainda não tem contrato firmado para seguir na F-1 no ano que vem. E mais, o “boato” tem tanto fundamento, que a Lotus já começou a se mexer para buscar grana para a próxima temporada e com isso tentar segurar o “Iceman”.

Publicado em Automobilismo | Com a tag , , | Deixar um comentário

Xí Serginho…

Ele consegue ficar atrás de nomes como Kovalainen, De La Rosa, Blundell e, pasmem, Michael Andretti. Não, você não leu errado. O desempenho do mexicano Sergio Perez neste início de temporada pela McLaren é o pior entre os todos estes nomes citados. Segundo levantamento do site Grande Prêmio, desde 1993, com Andretti filho, o time britânico não ia tão mal num início de temporada com um novato. E olha que a performance de Andretti era de dar dó! Quem gosta e acompanha a F-1, lembra muito bem das lambanças do americano. Em três corridas até aqui, o mexicano conquistou apenas dois pontos (9º lugar na Malásia). Button tem 12 pontos…

O pior é que fora do cockpit Perez também tem dado umas bolas fora. Outro dia deu uma cutucada totalmente desnecessária na Sauber, ex-casa, e na Ferrari, sua fornecedora de motores em 2012. Disse que quando era piloto do time suíço, era frequentemente “orientado” pela Ferrari a aliviar a barra para Alonso e Massa caso eles estivessem atrás dele durante uma corrida.

Até achava Perez rápido no ano passado, mas quando a camisa pesa, no caso da McLaren, é que vemos a verdade. Sinceramente não vejo um futuro brilhante para ele na F-1. Tomara que eu esteja bem errado.

Publicado em Automobilismo | Com a tag , | 1 comentário